Estudo Interdisciplinar de Campo na Tríplice Fronteira Brasil-Argentina-Paraguai

Entre os dias 3 e 7 de junho de 2024, a turma do Curso de Segurança e Inteligência Estratégica (CSIE) realizou um Estudo Interdisciplinar de Campo (EIC) na região da Tríplice Fronteira Brasil-Argentina-Paraguai. A atividade contou com a participação dos 42 alunos do curso, além da Comandante e Reitora da Escola Superior de Defesa (ESD), Major-Brigadeiro Médica Carla Lyrio Martins. O objetivo foi aplicar e consolidar os conhecimentos teóricos adquiridos ao longo do curso.

Itinerário e Atividades Realizadas

A semana de estudos incluiu visitas a locais estratégicos para a segurança e defesa do Brasil, como a Itaipu Binacional e o 34º Batalhão de Infantaria Mecanizado, ambos em Foz do Iguaçu, Paraná. Nessas instituições, os participantes assistiram a um ciclo de palestras oferecido por diversos órgãos locais, abordando temas de segurança, defesa e cooperação internacional.

Itaipu Binacional: Os alunos conheceram a estrutura e o funcionamento da maior usina hidrelétrica do mundo em produção de energia, entendendo sua importância para a segurança energética e a cooperação binacional entre Brasil e Paraguai.

34º Batalhão de Infantaria Mecanizado: Os participantes tiveram a oportunidade de observar de perto as operações e o treinamento do batalhão, compreendendo as estratégias de defesa terrestre e a logística envolvida na proteção da fronteira.

Centro Integrado de Operações de Fronteira (CIOF): O grupo participou de atividades no CIOF, uma unidade de referência em operações conjuntas e integradas de segurança, onde foram discutidas as estratégias para combate ao crime transnacional e a importância da integração entre os diferentes órgãos de segurança.

Capitania dos Portos do Rio Paraná: Na Capitania dos Portos, os alunos tiveram acesso a informações sobre a navegação na região, as operações de fiscalização e a importância da segurança marítima para a defesa nacional.

Palestras e Aprendizado

O ciclo de palestras foi uma parte fundamental do EIC, proporcionando uma visão abrangente sobre a atuação de diferentes órgãos e instituições na região de fronteira. Especialistas em segurança, defesa, energia e cooperação internacional compartilharam suas experiências e conhecimentos, enriquecendo o aprendizado dos alunos.

VISITA DE DISCENTES DO COLÉGIO DE DEFESA NACIONAL DA ÍNDIA À ESCOLA SUPERIOR DE GUERRA

Sobre marcelo barros

Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Assessoria de Comunicação (UNIALPHAVILLE), MBA em Jornalismo Digital (UNIALPHAVILLE), Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).

Check Also

A vergonha da inércia e da ignorância na aplicação das leis no Brasil

Por Rodolfo Queiroz Laterza* Ser operador do sistema normativo no Brasil é mais que um …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *