SASM PROMOVE ENCONTRO “CUIDANDO DE QUEM CUIDA” PARA MÃES DE USUÁRIOS COM TEA

No dia 8 de maio, o Serviço de Assistência Social da Marinha (SASM), por meio do Programa de Atendimento Especial (PAE), realizou mais uma edição do Projeto “Cuidando de quem Cuida”. Este encontro, intitulado “Maternidade Atípica: Acolhimento e Possibilidades”, foi direcionado às mães de usuários do PAE que possuem diagnóstico de Transtorno do Espectro Autista (TEA). O evento ocorreu no auditório do SASM e teve como objetivo principal proporcionar um espaço de acolhimento e troca de experiências.

Objetivos do Encontro

O projeto “Cuidando de quem Cuida” visa oferecer suporte emocional e psicológico para as mães de crianças com TEA, reconhecendo os desafios e as singularidades da maternidade atípica. Esses encontros são fundamentais para promover a saúde mental e o bem-estar dessas mulheres, que muitas vezes enfrentam jornadas exaustivas e emocionalmente desgastantes.

Palestrantes e Atividades

Participação Especializada

O evento contou com a participação de profissionais altamente qualificados. A psicóloga Guarda-Marinha (RM2-T) Alaine Botelho, do Grupo de Avaliação e Acompanhamento de Pacientes Especiais (GAAPE) da Policlínica Naval Nossa Senhora da Glória, trouxe uma perspectiva profissional sobre os desafios enfrentados pelas mães de crianças com TEA. Sua abordagem destacou a importância do acompanhamento psicológico contínuo e das estratégias de suporte emocional.

Testemunho Pessoal

Roberta Carnim, mãe atípica e presidente do “TEAcolher Mães”, compartilhou sua experiência pessoal e profissional, oferecendo um testemunho inspirador sobre a maternidade atípica. Sua palestra abordou não apenas os desafios, mas também as possibilidades e as formas de encontrar força e resiliência na comunidade de mães de crianças com TEA.

Dinâmica e Acolhimento

As atividades do encontro foram planejadas para serem dinâmicas e acolhedoras, facilitando a interação e a troca de experiências entre as participantes. A psicóloga Alaine Botelho conduziu uma série de dinâmicas de grupo que incentivaram a expressão emocional e a construção de redes de apoio entre as mães presentes.

Roberta Carnim, por sua vez, promoveu uma sessão de perguntas e respostas, permitindo que as mães compartilhassem suas dúvidas e receios. Essa interação foi crucial para o fortalecimento dos laços entre as participantes e para a criação de um ambiente de empatia e compreensão mútua.

Conclusão

O encontro “Maternidade Atípica: Acolhimento e Possibilidades” foi uma iniciativa essencial do SASM e do PAE para oferecer suporte às mães de crianças com TEA. Ao promover um espaço de acolhimento e troca de experiências, o projeto “Cuidando de quem Cuida” cumpre um papel fundamental na promoção da saúde mental e do bem-estar dessas mães, fortalecendo-as para enfrentar os desafios da maternidade atípica.

Referências

  • Ministério da Saúde. (2014). Diretrizes de Atenção à Saúde da Pessoa com Transtorno do Espectro Autista.
  • SASM. (2023). Relatório Anual do Serviço de Assistência Social da Marinha.

Sobre marcelo barros

Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Assessoria de Comunicação (UNIALPHAVILLE), MBA em Jornalismo Digital (UNIALPHAVILLE), Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).

Check Also

MARINHA: ÁREAS AFETADAS POR PEC SÃO PILARES ESSENCIAIS PARA SOBERANIA

No dia 3 de junho de 2024, a Marinha do Brasil emitiu uma nota oficial …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *